Portugueses mais preocupados com alimentação dos animais



 

Os portugueses procuram cada vez mais soluções saudáveis e naturais para alimentação dos animais de estimação. Esta preocupação combinada com o interesse por acessórios e soluções personalizadas leva a Nielsen a afirmar que os consumidores procuram produtos que se assemelham mais aos consumidos pelos humanos.

 

«Os donos pretendem que a alimentação dos seus animais seja, de alguma forma, semelhante à sua e procuram produtos que permitam controlar o peso dos seus animais. Verifica-se, por exemplo, a procura de produtos vegan ou sopas gourmet para gatos», avança Ramiro Vaz, client consultant manager da Nielsen.

 

De acordo com a consultora, verifica-se um aumento médio dos preços no campo da alimentação, o que traz valor à categoria. Porém, o maior dinamismo registado deve-se mesmo ao fator inovação e customização, campo em que entra o chamado mix feeding. Trata-se de um tipo de alimentação que junta ração seca, ração húmida e snacks, tornando mais completa e adequada a dieta dos companheiros de quatro patas.

 

No geral, a Nielsen revela que a categoria de alimentação para animais cresceu cerca de 5,4% em valor, no último ano móvel, conquistando mais 10,8 milhões de euros em relação ao período homólogo anterior. Apesar de o cão ser o animal doméstico mais escolhido pelos portugueses, a alimentação para gato apresenta maior dinamismo: cresceu 7,5% versus 2,1% no que concerne os cães. Os acessórios para animais também subiram 7% em valor.

 

 

FreshMail.com