Entre Vistas – Standvirtual

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. P5E: Em 2018 as vendas de veículos novos tiveram o seu 6º ano consecutivo a crescer, apesar de uma desaceleração face aos anos anteriores. Para 2019, a indústria estima que se irá manter uma desaceleração ou até mesmo entrar em quebra.
    Em que medida o ritmo de vendas dos veículos novos afeta a venda dos veículos usados?
  • SV.Em certa parte afecta, porque quando existe a compra de um carro novo, por norma, implica a entrada de um usado no mercado.
  1. P5E: Por cada três carros novos na estrada, um é usado e importado, sendo que o número de matrículas de automóveis importados usados é já significativa.
    O Standvirtual encara este facto como uma ameaça ou oportunidade?
  • SV: O aumento de veículos importados em Portugal é uma realidade, e em alguns segmentos de mercado o crescimento é mesmo muito acentuado, por exemplo no caso dos veículos eléctricos. Para o Standvirtual pode ser encarado como uma oportunidade caso esses veículos venham responder ao que os compradores procuram. É apenas dessa forma que encaramos esta realidade.
  1. Em 2010 venderam-se apenas cinco veículos híbridos, sendo que em 2018, foram vendidos cerca de 12.900! Por seu lado e também em 2018 foram vendidos 4.073 veículos elétricos.
    Esta é uma realidade incontornável no futuro próximo ou ainda demorará mais alguns anos?
  • SV: Os veículos eléctricos são cada vez mais uma realidade nas nossas estradas e no Standvirtual. O crescimento na procura aumentou 129% no último ano, assim como a oferta, apesar de ainda representar uma pequena fatia do total do mercado. Acreditamos que continuará a crescer nos próximos anos, mas as estimativas dizem-nos que ainda demorarão cerca de 5 anos até ter uma percentagem expressiva, principalmente nos veículos usados.
  1. Actualmente, o mercado dos SUV corresponde a 24% das vendas de automóveis na Europa e está a torna-se numa tendência.
    Consideram que será apenas algo temporário ou é uma moda que veio para ficar?
  • SV: Os SUVs continuam a ser também uma grande aposta das marcas, que continuam a entregar novos modelos como resposta à procura dos consumidores. No Standvirtual não é diferente, cerca de 14% da oferta é de veículos desse segmento.
  1. As diferentes opções de mobilidade como a Uber, a MyTaxi ou a Cabify são já muitas e estão cada vez mais em voga .
    Acreditam que podem tomar um espaço significativo relativamente aos veículos próprios?
  • SV: Não temos dados concretos sobre a utilização dessas plataforma, mas sim, é claro que estão a ocupar cada vez mais um espaço que antes pertencia a outros meios de transporte, sejam táxis ou veículos próprios, contudo não creio que substituirão o veículo próprio, até porque estas plataformas, por enquanto, tornam-se mais funcionais para curtas distâncias em cidade.

Quero receber as Notícias Cinco Estrelas