Entre Vistas – Meu Super

 

 

 

 

 

 

 

1- A proximidade é, sem dúvida, uma das grandes mais-valias que o “Meu Super” tem versus as grandes superfícies. Qual a estratégia de negócio do “Meu Super”? Isto é, a ideia é tirar clientes às grandes superfícies ou cativá-los para as compras do dia-a-dia (com um talão de menor valor)?

As lojas “Meu Super” diferenciam-se das grandes superfícies pois permitem que os seus clientes, encontrem um espaço que lhes responda às necessidades do seu dia-a-dia.
Cada família, casa e bairro têm as suas necessidades específicas e as lojas Meu Super ajustam a mercearia ao gosto da freguesia porque “o melhor mora ao seu lado”.
Estas lojas de proximidade apostam em ser simples e práticas, com foco no serviço ao cliente e numa forte dinâmica promocional, sempre com preços competitivos.
As lojas, com um conceito já testado e uma proposta de valor muito interessante, pretendem trazer um novo fôlego para o retalho alimentar de proximidade, de forma a responder às necessidades de um cliente cada vez mais exigente.

2-A nível de expansão de lojas, o objetivo do “Meu Super” para 2019 era chegar ao final do ano com mais 40 lojas abertas em todo o país. Como está a correr este plano de expansão e quais os objetivos para 2020?

Estamos em linha com os objetivos que traçámos quando nos propusemos a este objetivo.
O plano de expansão é ambicioso, mas acreditamos que vamos cumprir o objetivo.
Para 2020 o nosso objetivo será também ao nível da expansão e desta forma estarmos mais próximos das famílias portuguesas, mas também em apoiar as lojas já existentes.
Os objetivos da rede passam por continuar a crescer sustentadamente, criando relações estreitas com os nossos parceiros de negócio e ajudando-os a potenciar a sua atividade.

 

3-Para o “Meu Super”, o ano de 2019 trouxe algumas alterações na comunicação digital, nomeadamente a comunicação nas redes sociais, a melhoria do site e até acordos de parceria com influencers, tentando desta forma chegar a um segmento de consumidores mais jovens. Tendo já passado meio ano, conseguem fazer um balanço do sucesso destas iniciativas? Quais os próximos passos nesta área?

Está a ser, sem dúvida, um ano muito importante, tornamo-nos ainda mais fortes e próximos de todos os nossos Clientes.
A aposta do nosso posicionamento nas plataformas de comunicação digital teve um contributo muito relevante. Fortalecer laços e estabelecer uma presença forte e relevante nas redes sociais e restantes plataformas de comunicação digital. Neste sentido, a nossa aposta recaiu na alteração do website do Meu Super que passou a ser mais user friendly e com informação mais clara para os nossos “seguidores” sejam eles clientes como potenciais parceiros de negócio.
Por outro lado, a aposta nas redes sociais via instagram e digital influencers, é um passo natural para qualquer marca que quer estar próxima dos seus Clientes. Realizámos esse shift, pois, entendemos que havia um espaço que não estávamos a ocupar e que estava relacionado com saber com quem é que os nossos clientes se identificam já que desta forma conseguimos aumentar o engagement e a ligação destes á insígnia Meu Super.

 

4-Os consumidores pedem, cada vez mais, produtos específicos como os biológicos, os sem glúten ou sem lactose. Como está o “Meu Super” a reagir a esta tendência do mercado?

Vivemos, de facto, numa era muito interessante. Termos como consumo responsável, sustentabilidade ou alimentação saudável fazem já parte do léxico de qualquer Português. O Meu Super não é alheio a esta tendência e as nossas lojas já refletem aquilo que acreditamos que são as melhores tendências no que à alimentação diz respeito.
Os espaços “Meu Super” respondam ás necessidades dos nossos clientes e apostam na área Bio & Saudável. Este é um facto e queremos continuar a aumentar o nosso investimento nesta área porque os números e os dados que temos provam-nos que estamos a conduzir na direção certa.

5-Na vossa opinião, qual a próxima exigência dos consumidores para as lojas de retalho alimentar de proximidade (se é que a podem revelar)? Já estão a trabalhar no sentido de antecipar essa tendência?

Estudamos, de forma contínua, as exigências dos consumidores. Quando nos referimos a conhecer os nossos vizinhos é, precisamente, este aspeto que consideramos importante. As alterações que nos encontramos a implementar visam, precisamente, antecipar tendências e alimentar a proximidade com os nossos vizinhos.

Quero receber as Notícias Cinco Estrelas